Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Te amo mesmo assim

Como pode tanta candura
Em apenas um olhar?
Teus olhos são como águas cristalinas
Ao amanhecer
Vejo a areia bem alva reluzindo lá no fundo...
O Criador expressou beleza e doçura
Quando fez teu sorriso
E colocou sobre ti
Bravura e força!
Daria o mundo, se pudesse,
Só para contemplar tua formosura
Na hora em que eu quisesse
Como não posso,
Te amo mesmo assim
Amante do Sol
Enviado por Amante do Sol em 20/05/2006
Reeditado em 28/06/2008
Código do texto: T159851

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Amante do Sol
Limoeiro - Pernambuco - Brasil, 30 anos
66 textos (3904 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:26)
Amante do Sol