Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Á uma mulher

Nenhuma palavra pode ser dita,
Nenhuma mulher saberá;
És-te um antro de sabedoria,
E todo Homem te quererá.

Invejas e calúnias;
Por ti, hão de lamentar;
Sabedoria profunda;
Tu irás por demonstrar.

Não há palavras,
Nem termos;
Não há idéias;
E nem rodeios.

Não há tristeza em tua alma;
Linda como a flor,
Tua palavras me acalma;
Quente como o amor.

Tua chama ardente;
Abraseia-nos por inteiro;
Não és mais doente;
Agora é verdadeiro!

Poucas palavras;
Muita mentira;
Não ouvirás,
Tal hipocrisia!
Beppo
Enviado por Beppo em 23/05/2006
Código do texto: T161121
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Beppo
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 29 anos
29 textos (1753 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:48)
Beppo