Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desejos

O que és o desejo?
Por que quererá,
Um triste relampejo?
Se não o amará?

Sofreremos estas dores,
Por toda a eternidade?
Quereremos as flores,
Que nos alivia a saudade?

Nas alcovas, estão;
Nossa vida, nossa alma,
Nosso coração!
Quem manteria a calma?

Não precisamos de vitórias,
Desprezamos estas glórias.
Que escarnece aos ouvidos;
Que já tivessem perdidos.

Nos desejos, tombamos,
Na alegria do viver;
Na agonia do querer;
Mas na vida amamos!

Loucura e devaneio;
Prazer e luxúria,
De um amor verdadeiro;
Que clareia a penumbra!

Clarão retumbante!
Exclamam a vida,
Em som de poesia.
Os eternos amantes!

Amam sem saber,
Que não se vive sem o amor.
Só pensam em querer,
Querer viver o que já se foi!

Quem terá a coragem?
Quem não será covarde,
Diante de seus desejos?
Quem enfrentará seus medos?

No silêncio da noite escura,
Diante da luz da Lua,
Os amantes dizem:
Que o amor assistem!

Não há o que lamentar!
Não há porque querer,
Novamente prantear!
Apenas nos resta viver!

De uma alma cicratizada,
Semeia a flor da vida.
De uma vida desprezada,
Vive-se a eterna alegria!
Beppo
Enviado por Beppo em 23/05/2006
Reeditado em 23/05/2006
Código do texto: T161122
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Beppo
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 29 anos
29 textos (1753 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:12)
Beppo