Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema para a mulher amada


Amo-te como sempre te amei.
Já me perdi em poesias,
em rimas tortas me embrenhei.

Desejo-te como sempre desejei.
Nas insônias de meus dias
em carícias tantas te toquei.

Desfruto-te como sempre desfrutei.
No desvario de minhas fantasias
em teu mel me lambuzei.

Calo-me, como nunca me calei,
para ouvi-la no que dizias
enquanto vivo o que sonhei.

24/05/2006
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 25/05/2006
Reeditado em 28/05/2006
Código do texto: T162749

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56506 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:05)
Mauro Gouvêa