Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMA VADIA

 
 
 
Vou procurando em outros lábios
os beijos que foram teus,
sempre seguindo teus passos,
já nem sei mais quem sou eu.
 
Teu meigo olhar tão brilhante
troquei por um mar de ilusão,
hoje nada mais sou que ficante,
sofrendo a angústia  da solidão.
 
Passando de mão em mão
tal qual um frio troféu,
bebo até perder a razão
em luzes negras de motel.
 
Então me jogo em outros braços
sem me importar com pudor,
pois já não sei o que faço...
para te esquecer, meu amor! .
 
A noite passa tão depressa
que nem posso perceber,
ouvindo falsas promessas
de quem só quero esquecer.
 
A dor que tua ausência causou
destruiu meus sonhos e alegria,
não mais mereço teu amor,
sou alma insensata e vadia.
 
Só muito tarde aprendi
que era melhor te esperar,
e o amor que sinto por ti...
nem o tempo pode apagar.

Para prestigiar com sua inestimável visita o site do autor, acesse:
www.LuzdaPoesia.Com
FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 27/05/2006
Reeditado em 08/04/2010
Código do texto: T164186
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
Alma Vadia - FalcaoSR
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:07)
FalcaoSR