Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Solidão e o Beco

A solidão e o beco

Solidão basta, sua presença eu dispenso.
Quero calor, quero alegria, cabelos soltos ao vento.
Solidão, que tormento, já te disses que vá.
Quero encontrar algo novo,
Um beijo, um amor louco.
Daqueles que se perdem nos becos das ruas escuras,
Que se rasga a roupa,
Que se geme e se sussurra,
Não traz promessas, nenhuma jura.
Não é eterno, apenas intenso.
És veneno, carne nua e crua.
Solidão eu te confesso, foste leal companheira.
Sua fidelidade eu agradeço,
Mas se chegares e encontrares o vazio,
Solidão não estranhe.
Fui buscar meu ruído, naquela rua.
Sabe, naquele beco.
Onde desejos eu encontro
E em braços me perco
Princesa Lara
Enviado por Princesa Lara em 28/05/2006
Código do texto: T164873
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Princesa Lara
Santo André - São Paulo - Brasil
116 textos (6718 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:12)
Princesa Lara