Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Engano

Passei a vida buscando encontrar-te,
e me contive diante tua presença.
Desejo louco de poder te amar,
mesmo amargando tua indiferença.


Mulher mistério, enigmática, proibida,
que atropela sonhos e esperanças,
pesadelo dessa e outras vidas,
que almejei com ternura de criança.

Os dias vão passando lentamente
libertando-me de desejos reprimidos,
e já sem medo de sofrer sigo em frente,
do meu amor por ti me despedindo.

Triste mulher de coração encarcerado
que descrente foge da paixão alucinada,
e vê no amor um triste e vil pecado...
Como é sombrio o porvir de tua estrada.

Percebo agora o quanto me enganei,
ao te ofertar um verdadeiro amor,
o melhor que em mim havia doei-lhe...
Triste comédia de um pobre sofredor.

E diante de novos horizontes,
que embriagado de amor não percebia,
vejo agora como fui cego e delirante,
ao me entregar a quem não merecia.

Adeus mulher vazia e amargurada,
maior engano de um poeta sonhador,
és de minha vida uma página virada...
O ocaso de um sublime e grande amor.
FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 12/05/2005
Reeditado em 09/04/2010
Código do texto: T16526
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:31)
FalcaoSR