Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ama-me

Ama-me segundo teu desejo displicente
E viva esta tua jura convincente
Mediante os teus atos que irão falar
Ama-me após tuas desventuras pois sei que tu sofres
Pois sei que as vezes ao sentir não dormes
Mas entenda que a vida é amar...

Ama-me,entroniza-me além do que sente
Ama-me como em fanatismo,ontem,hoje,sempre
Ama-me ao pernoitar em devaneios ainda que não me ache
Nesta instiga que não cessa,nesta volupia que não presta
Na solidão do que se oculta,ama-me como se não me escutasse
Ama-me na ausencia...

No choro que não se vê,na lágrima que não se chora
Ama-me,enclausura-me no teu amor
Apenas porque amas,ainda que em mim veja demora
Após tanto riso,choro,saudade,desejo,
Loucura,exaustão,volupia,razão e má sorte
Levanta-te meu amor,desperta-me
E ama-me até a morte...

Junior Antonio
Enviado por Junior Antonio em 31/05/2006
Código do texto: T166517
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Junior Antonio
Paracatu - Minas Gerais - Brasil
181 textos (8135 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:16)
Junior Antonio