Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Peregrino do amor

Cortei os cabos da intenet,
arranquei os fios da televisão.
Falo pouco ao telefone,
preferido drama a ficção

Se a realidade me angústia e me trás dor.
O desespero em teu cenário
é o pânico e o terror.
Meus inimigos não têm faces.
Quero amor, sou paixão, sou contradição!

Os fantasmas que encontro pela casa
são os desejos que amplifiquei.
Meus travesseiros de plumas de ilusão
levam embora a esperança e o que sonhei.

Não conto mais o tempo,
já não deixo o vento me levar.
Caminho com a certeza da chegada.
Sou esfinge a ser desvendada.

Todas as coisas dizem algo,
nada existe sem sentido.
Esta angústia, este pânico, esta dor,
são aos trechos que percorro.
Neste meu caminhar, caminho para o amor.

FareloJr
Enviado por FareloJr em 01/06/2006
Código do texto: T167376
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FareloJr
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 46 anos
106 textos (12012 leituras)
6 áudios (870 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:25)
FareloJr