Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia Frio

Mornas são as águas que lavam o passado,
Pois frios são os dias que antecedem o inverno e anunciam o futuro.
Inverno solitário e sombrio. Traz no seu brilho quase escuro, tanto frio...
Frio no coração, na pele, na alma.
Chão de folhas, mortas pelo tempo, Tempo morto, pela solidão.
Abrir os olhos e não enxergar.
Caminhar e nunca chegar.
Água fria escorre dos meus olhos. Fria como o amor.
Tanto frio. Não há como me aquecer. Não encontro calor, não encontro rumo.
Caminho pelo chão de folhas mortas, onde as águas mornas apagam o passado e com os olhos abertos não consigo enxergar, pois as lagrimas frias tomam conta do meu coração
Ori
Enviado por Ori em 10/06/2006
Código do texto: T172842
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ori
São Paulo - São Paulo - Brasil, 52 anos
8 textos (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:37)
Ori