Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ausência

Quanto mais tento esquecer a tua ausência
Mais ela se apodera de mim
Vivo casa segundo sem ti
Como se fosse uma eternidade
Tento abster-me das horas
Mas elas custam a passar
Incorporo o tempo que passo sem ti
E apercebo-me que sem ti seria impossível viver
Cada minuto que fico só
Um pouco em mim desfalece...
No quarto, o perfume que te dei
Ainda se sente no ar
Lembrando-me que ainda há pouco me deixaste
Enquanto espero por ti
Corre-me uma lágrima, ao ver o teu lugar
Vago na cama, frio e vazio
A tua almofada guarda
O vaporoso odor que tanto me apaixona
Acaricio os lençóis e fecho os olhos
Esperando que o tempo passe e voltes para mim.
Para me iludir, tento reviver os momentos
Maravilhosos que vivemos,
As noites de amor em que nos entregámos
De corpo e alma, e nos unimos como um só
Abro os olhos e vejo a nossa foto na mesa
Relembrando o nosso primeiro beijo
Embrulho-me num cenário mágico
De postais e filmes tão felizes
Da nossa vida a dois.
E eis que voltas para mim
Entrando pela porta do nosso quarto
e mergulhas no nosso ninho de amor,
Lembrando-me que os meus sonhos são reais
E que estás a meu lado
A viver este sonho bom
Que me amas e me adoras
Tal como eu te amo e adoro
És o amigo que nunca tive
O companheiro que sempre sonhei
O marido que sempre quis.
Gasosa
Enviado por Gasosa em 11/06/2006
Reeditado em 15/08/2006
Código do texto: T173650
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gasosa
Portugal
60 textos (4071 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:44)
Gasosa