Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BELEZA ÍMPAR

Observo como é magnífica
A ousadia dos teus fios de prata
Afrontando os demais que são tão negros
Quanto os teus olhos
Mais parecem as estrelas lá no céu
Que não aceitam a escuridão da noite
E tentam intimidá-la com seu brilho

Esses teus olhos de menino
Cheios de amor
Entontecem-me com o teu olhar de ternura
O seu brilho é superior ao do
Mais puro diamante
É maior também o seu valor

Da tua boca pequena
Jorram o mais doce mel
E as mais belas palavras
Que os meus ouvidos podem ouvir
Dela também suscita um sorriso tímido
Quando ouves de mim bobagens

Gostaria de saber como escrever
Versos em sonetos
Como não sei
Escrever-te-ei como um poeta que se esqueceu
De todas as regras
Menos a de amar.
Amante do Sol
Enviado por Amante do Sol em 16/06/2006
Reeditado em 28/06/2008
Código do texto: T176584

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Amante do Sol
Limoeiro - Pernambuco - Brasil, 30 anos
66 textos (3904 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:33)
Amante do Sol