Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Décima

“Na praia, a lua cheia beija a areia,
Ao náufrago, abençoa a mãe-sereia;
Renova-se a esperança de que o amor
Perdoe sua sina e sua dor:
Quem sabe, sob a luz desse luar,
Não possa a natureza enfim cantar
As baladas que plangem violões
Nos místicos acordes das canções?
De certo os anjos fazem o impossível
E tornam o infinito perecível!”
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 16/06/2006
Reeditado em 24/07/2006
Código do texto: T176670

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351716 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:36)
Nel de Moraes