Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHOS AZUIS

O azul destes teus olhos
me extasia e faz pensar:
Foi o céu que veio à terra
ou subi pra o contemplar?

   Sem resposta, fico voando
   neste azul embevecido,
   perscrutando seus detalhes,
   no mistério absorvido.

Ele encanta este poeta
muito mais que o azul do mar
e o leva às  profundezas
do infinito a mergulhar.

   De mansinho acaricio
   o teu rosto, a tua pele,
   mas o brilho dos teus olhos
   a revê-los me compele.

Ao fitá-los no teu rosto
Em silêncio, então, comparo:
São botões azuis por entre
Nuvens brancas em céu claro!

   Ficaria longo tempo
   sem palavras a te olhar,
   indagando: como pode
   tanto assim me fascinar?

E olhando nos teus olhos,
com a imaginação,
vou entrando suavemente
e alcanço teu coração.

   Ali  descubro o segredo:
   Há um amor que vem da alma
   e chegando ao teu semblante
   inebria, adoça e acalma.

É por isso que és encanto
dos atentos, dos dispersos...
Tu és mais que poesia!
Tu não cabes nos meus versos.
 
   Quero no azul dos teus olhos
   vez por outra navegar,
   como faz o marinheiro,
   no azul do alto mar.

Mas, não penses que é qualquer
Olho azul que me fascina.
É preciso mais que olhos
mais que cor de melanina.

   Então... pago qualquer preço
   para ter e contemplar,
   mesmo que por um instante,
   este azul do teu olhar.
Nunes
Enviado por Nunes em 22/06/2006
Código do texto: T180293
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nunes
Jaraguá do Sul - Santa Catarina - Brasil, 62 anos
2 textos (87 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:49)