Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pelas Areias

Sem rumo, andar nesse manto
faz parte da minha tristeza,
mar azul, que és só beleza;
me encharca no teu encanto.

Há um soluçar na noite escura
e essas vagas são meu pranto;
pudesse eu vislumbrar uma figura,
vê-lo de novo queria tanto!

Nessa névoa de espuma, moldura,
 
como gigantesca onda nos envolverias
e às profundezas, juntos, nos tragasse,

Se fosse ele a me arrastar, não me importaria,
nem de ser pra longe assim levada
se, colada minha boca à dele, nosso amor eu respirasse.
Chaplin
Enviado por Chaplin em 28/06/2006
Código do texto: T183815
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
420 textos (28739 leituras)
1 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:13)
Chaplin