Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CINZAS AO VENTO

Quando do amor restar cinzas somente,
Não adianta chorar, melhor desistir,
Sopre as cinzas ao vento rapidamente,
Não volte atrás, não fica lutando a resistir...
Abre teu coração para amar novamente!
A vida é curta e de cinzas viver,
É perca tempo certamente,
Sem amor é preferível morrer!

Triste a vida sem a brasa quente,
A aquecer o coração apaixonado...
Pior é a dor que se sente,
De amar e não ser amado!
Toque a vida em frente,
E sopre as cinzas ao vento...
Desocupando seu coração da dor,
Como um fogão de lenha latente...
As frias cinzas dão lugar,
Para as brasas de um novo amor!
KHASSANDRA GREEN
Enviado por KHASSANDRA GREEN em 01/07/2006
Código do texto: T185711
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
KHASSANDRA GREEN
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 48 anos
455 textos (58980 leituras)
4 e-livros (124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:24)
KHASSANDRA GREEN