Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FAÇAMOS DE CONTA

FAÇAMOS DE CONTA
QUE JÁ NOS ESQUECEMOS,
QUE NOS ENTRETEMOS COM A VIDA LÁ FORA,
E, ENTÃO, NOS FORCEMOS A PARTIR,
FUGIR PRA UM OUTRO OLHAR.

FAÇAMOS DE CONTA
QUE NOSSOS CORPOS NÃO MAIS SE PRETENDEM,
QUE NOSSOS OLHOS NÃO SE COMPREENDEM,
NESSA PAIXÃO DOÍDA QUE É ESTAR,
COM UMA VONTADE LOUCA DE BEIJAR
E DE DEIXAR O OLHAR SE EMBRIAGAR.

FAÇAMOS DE CONTA
QUE A REBELDIA ATINGIU OS LÁBIOS
E AS PALAVRAS CORTAM NOSSOS LAÇOS,
QUE SÓ QUEREMOS DESVIAR OS PASSOS
E, ENTÃO, NOS SEPARAR.

FAÇAMOS DE CONTA
QUE NUNCA OUVIMOS NOSSAS BOCAS LOUCAS,
GEMENDO AO SE DAR,
E, ENTÃO, NOS UNAMOS PARA MOSTRAR AO MUNDO,
QUE ESSE AMOR ERRADO E TÃO PROFUNDO,
TEVE RAZÃO EM APENAS UM SEGUNDO,
PRA, ENTÃO, ACABAR.


Maria Maria
Enviado por Maria Maria em 04/07/2006
Código do texto: T187346
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Maria
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
49 textos (2009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:02)