Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flor da dúvida

Não sei se acordei assim...
De repente me bateu uma tristeza
Acho que tive um sonho ruim...
Como saber se minhas escolhas estão certas?
Não seriam fruto de ansiedade e solidão?

Minhas ilusões são tão minhas ,tão minhas ...
Tão minhas que me ferem ainda mais

Ser totalmente racional é bem difícil
Ser racional implica responsabilidade com o resultado
Mas me vejo a criar imagens fictícias de pessoas e dias
À deriva da dúvida me vejo
Será que tudo não foi apenas produzido...

Penso eu: deixar por conta do destino é arriscado
Confusa permaneço eu
E não escolho apenas um caminho...
A flor da dúvida insiste em desabrochar


Fernanda Caraciolo
Enviado por Fernanda Caraciolo em 04/07/2006
Código do texto: T187560
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Caraciolo
Recife - Pernambuco - Brasil, 30 anos
9 textos (412 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 03:00)
Fernanda Caraciolo