Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Luiza

Quando, pela primeira vez,
eu realmente te vi, me perdi
na luz de teu sorriso tímido,
e encantado esqueci do mundo,

esqueci de tudo, de todos,
e permiti me apaixonar...
...Agora que tua imagem é apenas
uma lembrança em meus pensamentos,

choro, pois você nem me nota
meio a multidão de admiradores...
Sofro, pois já deves ter outro
habitando teus pensamentos...

mas de algumas forma, algum dia
a epiderme de teu sorriso
vai estar enlaçada em meus lábios
e te farei muito feliz...
Poeta Devaneador
Enviado por Poeta Devaneador em 04/07/2006
Código do texto: T187706

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (cite Itamar Eduardo Gonçalves de Oliveira e eduardogoncalves@hotmail.fr) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Devaneador
Rondonópolis - Mato Grosso - Brasil, 29 anos
82 textos (3896 leituras)
1 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:56)
Poeta Devaneador