Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema feito de ausência



Presente é este amor feito de ausência,
Perfeito, em sua tênue existência
Sublime, em sua eternidade
Intenso, em sua saudade.

Ausente e, ainda assim, sempre presente,
A alma preenche de modo contundente,
Inunda a vida, deixa olhos marejados,
E braços vazios, pela ausência, marcados.

Se vazio está o corpo, a alma plena,
À loucura do amor para sempre entregue,
Busca teus olhos na noite serena,
Por ti anseia, por mais que negue.

Em ausência, assim construído,
Este amor tal qual neblina
E impossível de ser vivido,
Há de ser sempre a minha sina.

De tanto amar-te, a mim desconheço,
Pois apenas teus são meus pensamentos,
A pensar-te durmo e amanheço,
Comigo estás todos os momentos.

E, vida afora, as manhãs nascentes
Presenciarão a beleza ainda
Deste amor sem precedentes,
Que, apesar da ausência, nunca se finda.

Shirley Carreira
Enviado por Shirley Carreira em 10/07/2006
Código do texto: T191167

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Shirley Carreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
271 textos (19334 leituras)
10 áudios (2665 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:13)
Shirley Carreira