Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema da Procura Eterna


Pediram-me pra cantar
Pra que eu não pudesse chorar
Pediram-me pra viver
Pra que eu não tivesse necessidade de morrer

Eu vivi, e  cantei
E quanto mais cantava
Quanto mais vivia
Maior era a necessidade
De que não me pedissem mais nada
Pois o silêncio reinava dentro de mim.

Pediram-me pra sorrir
Pra que a tristeza debandasse
Pediram-me pra correr
Pra que eu não tiver necessidade de ficar
E sentir-me obrigado a fazer
Tudo aquilo que não me agradava.

Eu sorri e corri
E quanto mais sorria
Quanto mais corria
Maior era a necessidade de encontrar alguém
Que não pedissem ou exigissem alguma coisa
Pois a dor no peito, já era vitoriosa.

Já ofegante de cansaço
Debrucei-me num poço
Pra que minha sede fosse saciada
E quanto mais bebia maior era a sede
De encontrar alguém que me saciasse a alma
E como num ato instintivo ergui os olhos
E vi você, meu amor.
Reidner Willians Pacheco Peres
Enviado por Reidner Willians Pacheco Peres em 14/07/2006
Código do texto: T193698
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reidner Willians Pacheco Peres
Jataí - Goiás - Brasil, 57 anos
5 textos (119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:10)