Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" ESSE SOU EU "
Evaldo da Veiga


Já caminhei tanto
Jamais pensei viver tantos caminhos
Sinto que a linha de chegada está perto
Muitas coisas em vacilo, mas em outras
Tenho convicção que vivi tudo que podia

Vivi a vida que se ofereceu e um pouco mais
Esquivei-me do fim várias vezes
Muitas vezes não escolhi os caminhos
Segui por coincidência

Por instinto, um farol que indicava
E até mais do que isso, um empurrão
Que não sabia vindo de onde
Eu fiz como podia, segundo aprendi

Tudo bem ao meu modo
Muitas vezes não sendo o que eu queria
Consciência leve, 
Não fiz melhor porque não pude

Em especial fiz melhor quando amei
Os momentos de rancor produziram pouco valor
Minha colheita melhor
 Foi quando plantei o bem 


E mesmo assim poderia 
Ter feito bem melhor
Mas se soubesse o que sei hoje
Na época eu fiz o que sabia fazer

Busquei ver tudo até o detrás dos escombros
Até em noites escuras de incerteza
Busquei manter-me calmo
Planejando um amanhecer de luz e amor

Esses foram meus melhores momentos
Se fui afoito em alguns instantes
Em outros tive cuidado
Principalmente quando envolvia vida 
Que não era a minha
Era bom cuidar além de mim, ser protetor

Fiz sempre assim ao meu modo
Houve dias de amargura, chorar por dentro
Na maioria só eu sabia da dor
A dor da gente nem sempre é notada

Quando dói mesmo não tem testemunhas
Às vezes o erro foi porque fui puro
Outras vezes não esperei o sinal
Quando eu quis abraçar o mundo com as mãos... 

Mas nada disso já importa
O que vale é que, 
se não posso alterar o início
Posso criar um novo começo, agora


N -  Imagens, Telas  de Van Gogh

www.recantodasletras.com.br/autores/evaldodaveiga



evaldodaveiga@yahoo.com.br

Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 27/07/2006
Reeditado em 30/05/2007
Código do texto: T202954

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:09)
Evaldo da Veiga