Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" CONFIDÊNCIAS DE AMOR "

Evaldo da Veiga


Meu amor, ainda tenho a dizer-te
Que quando temos encontro marcado
Fico numa ansiedade doida
Que dói de um lado e alegra por outro
Não se deve atropelar o tempo
Mas eu fico deliciando tua presença
Mesmo que ainda você esteja distante
Convenço-me que sem você o momento é triste
E se a ausência é grande sinto que vou morrer
Mas a espera tem êxito e ai ressuscito
Pra convencer-me mais uma vez da tua beleza
Vou te contar que, às vezes, passo de madrugada
Nos dias de chuva e de fortes trovões
Na rua que moras, para sentir tua presença
Busco no escuro e no claro da Lua
Busco-te até onde sei que não vou encontrar
É que crio possibilidade de ti ver sempre
Você existindo, em todos os lugares

E você me mostra sempre uma realidade
Que busco, não sei por que em ficção
Sob as chuvas, Sol, e clarões naturais
Você está, porque se sedimentou em mim
Busco-te no escuro e te encontro mercê tua luz
As agressões da vida não me deixam marcas visíveis
Se sentir dores, não vou propagar, dizer por que
A guerra maior é fazer Deus entender
Que não busco prioridade, não, não...
Mas um livre trânsito de alma eu e você
Poderia ser contemplado, porque não onera
A disponibilidade da vida, se nos for acrescentada
Seria uma recompensa a quem busca presença
Carinho, ternura, toque e gozo sem fim
Acreditando que as graças podem ser sempre
Que pra ter graça não precisa ter fim

evaldodaveiga@yahoo.com.br
Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 29/07/2006
Reeditado em 15/01/2007
Código do texto: T204415

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313607 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:44)
Evaldo da Veiga