Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A doença

Meu coração acelera
Sinto falta de ar
Meu peito se dilacera
Eu me perco em seu olhar

Sinto um fogo inexplicável
Minhas pernas não param de tremer
Ou eu controlo esse desejo insaciável
Ou eu me calo e espero morrer

Isso tudo é uma doença
Que você pode curar, basta querer
Posso ser tolo em ter essa crença
Mas se não tem outro jeito, o quê posso fazer?

Eu sei, você nunca ouviu nada igual
Pois o que eu tenho em mim, nenhum outro te deu
Se você quer ouvir, te digo afinal,
É que ninguém nunca te amou como eu
Daniel Bartholomeu
Enviado por Daniel Bartholomeu em 29/07/2006
Código do texto: T204867
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Bartholomeu
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
48 textos (3764 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 23:53)
Daniel Bartholomeu