Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo (poesia amorfa) - “Separaçao”

Enquanto luto, voce me condena.

Sobe no alto de teu pedestal,

e, imponente, critica meu trabalho!

Dou meu sangue, voce diz nao ver nada.

Digo: aquieta! Lhe imploro: Socorro!

Eu poeta eu meu canto de dor,

sou rasgado por seu desprezo.

Lhe peço: observa a vida que corre

me ouça, por favor, me ouça.

enxergue o alem que nos atrapalha.

A tua luta de dentro, é outra luta,

na minha luta, nao nos encontramos

(diafonia)

me calo, me dobro quase sem forças,

meu corpo enfraquecido,

colite maldita insiste em

nao me deixar,

(lágrimas...)

Levanto meus olhos, (tento seguir)

Lhe dou um sorriso, voce fecha o rosto,

vira para o outro lado

zomba de mim, nao se importa,

me justifico, voce desconversa,

voce diz que faço tudo errado,

mas, eu ajo no desespero.

me aproximo, lhe abraço,

voce me empurra, saio pela porta da sala,

ouço voce dizer: - nao vai levar suas coisas?

saio sem levar nada, mas,

noutro dia pego minhas coisas

saio, olho pra traz e te miro

me mandando um beijo, (ja em lagrimas)

lhe digo: por que faz isso comigo?

entro em parafuso.

Sem rumo

subo as escadas levando minhas roupas,

decisao dificil,

(desço ao profundo abismo)

no carro as lagrimas molham minha face,

no intimo o desejo de nao ter nascido,

morre ali o amor de um poeta...

 

garoa fina,

as gotas no parabrisa deslizam

na lembrança o choro de meu filho,

- entao, fico mais mal...

 

sei que ambos sofremos

nao te condeno,

pelas palavras, torpedos,

veneno estilhaçando meu coraçao.

me vejo quase sem forças,

me esforço, levanto,

sigo minha caminhada,

nessa estrada de enigmas

 

paira sobre mim a tristeza,

a felicidade é tao rara, nem um minimo pedaço,

vem dissolver minha agonia,

as suas lagrimas todos viram,

as minhas, em meu canto,

o meu pranto, ninguem viu...

Mário Vigna
Enviado por Mário Vigna em 04/08/2006
Código do texto: T208713
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mário Vigna
Votorantim - São Paulo - Brasil, 44 anos
9 textos (230 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:39)