Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espelhos da Alma

Ao encontro de dois olhares, nasce à paixão,
Não há saída, não há solução.
Ao saber que se está apaixonado, o corpo requer seus direitos...
Não há jeito, o desejo aparece e repele todo o medo de se estar corpo a corpo.
Mas como conciliar os desejos do corpo com a paixão dos olhos?
Se amarmos o olhar e não temos o corpo, como seremos felizes?
E como seria a paixão por um corpo, que está somente ao alcance dos olhos?
São anseios que não se concretizam e conflitam nossos sentimentos e confundem o coração.
São formas de amar que não estão ao alcance da alma.
A alma não ama o corpo, mas age como um complemento.
Já os olhos são espelhos da alma e traduzem ao fundo, todos os nossos medos,
E refletem a insegurança ou a satisfação quando o corpo encontra a alma.
Numa simples troca de olhar, põe à mostra todos os nossos mais íntimos sentimentos,
Trazendo à tona nossa frigidez e vaidade.
Um sonho bom nasce com palavras doces e suaves,
De um coração puro e sentimentos verdadeiros.
Numa forte tempestade mostramos como somos frágeis,
Ao ponto de não confiar em nossa própria força, causando-nos o pavor,
Mas se o corpo e a alma se encontrarem no exato momento da tempestade,
Não existe nada que nos intimide ou nos faça parecer inferior.
O amor da alma quando se junta com os olhos, trazem à tona todo amor de dois seres que sentem medo, solidão, saudade e desespero, mas consegue faze-los contornar todos os desafios e encara-los corajosamente.
Os segredos mais íntimos vêm à tona.
Os carinhos mais sensíveis e verdadeiros se fazem constante.
O milagre de se amar com o corpo e os espelhos da alma, que são os olhos, traz o renascimento da vida, daqueles que já se sentiam mortos, sem um coração motivado a bater por alguém.
Assim é o amor, assim são os olhos que amam com o corpo.
Se amamos com os olhos, mas não temos o complemento que é o corpo, não somos completamente felizes,
Se o corpo ama, mas falta-lhe o brilho de um olhar para incentivá-lo, também lhe falta à completa felicidade.
Amemos com a alma e adoremos os corpos que dão suporte às nossas almas.
Amemos com a alma e olhemos a beleza que existe dentro de cada ser.
O amor existe. É puro quando se sonha, se chora e se ama...
O amor sofre, sorri e traduz em lágrimas a intensidade de seu valor.
Então ame, sinta na essência este tesouro que modifica as pessoas, transforma o mundo e comove seu companheiro ou companheira.
Ame com a alma e sinta no corpo os valores que se preza.
Sinta na força de um olhar o verdadeiro milagre, que une as pessoas e gera vidas...
Então ame e sinta estas coisas que traduzo em palavras...
Ame...

Paulo Junior Massi
Enviado por Paulo Junior Massi em 08/08/2006
Código do texto: T212030
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Junior Massi
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
20 textos (1009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:52)
Paulo Junior Massi