Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor de segundos

Não sei o seu nome e nem sei o seu cheiro
Não sinto seu gosto e nem vejo seu rosto...
Não sei o seu nome, mas vou descobrir.
Não sei o seu cheiro, mas me faz sorrir.
Não sinto seu gosto, mas consigo imaginar.
Não vejo teu rosto em mais nenhum lugar
Não sei o seu nome, nem sei o por que.
Onde te encontrei, Onde achei você...
Não sei o seu cheiro e nem sinto seu gosto
Mas cada segundo me perco em você...
Fechei os meus olhos e imaginei...
Conhecer os meus sonhos e de perto ter você...
Não sei o seu nome e não sei o seu jeito
Olhei nos seus olhos e me apaixonei...
Sem saber a verdade de um coração...
Sem saber o que é amor ou ilusão
Cruzei com você nas esquinas da minha solidão...
Não sei o seu nome, nem sei o por que.
Não sei o seu nome nem sei se um dia vou saber
Só sei o seu rosto e não sei se vou esquecer
Mas sei que um dia te encontrei
E que um dia te amei...
Foi “amor de segundos” mas foi pra valer...
Foi “amor de segundos” um amor sem querer...
Manoel Cândido
Enviado por Manoel Cândido em 10/08/2006
Código do texto: T213613
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Cândido
Sombrio - Santa Catarina - Brasil, 27 anos
33 textos (1300 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:19)
Manoel Cândido