Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu, Eu mesmo e ela.

De que vale a luz,
Se sou a escuridão.
Pra que seguir Jesus,
Se não tenho compaixão.

Antes eu era um anjo,
Hoje sou um ateu.
Mas tenho de ser arcanjo,
Pra livrar-te do meu eu.

Pois uma parte minha é o sol,
A outra é a lua.
Enquanto tu és o céu das duas,
Vidas que são só tuas.

Hora choro outra sorrio,
Mas sei que te preciso,
Pra tirar-me deste frio.

Não quero fazer-te isto,
Mas algo me faz fazer.
Talvez sejam teus olhos
Que embriagam meu ser

Não sei se vou ou se fico,
Mas sei que devo dizer.
Que um espinho sem a flor
Sou eu assim sem você?

Mesmo que eu possa sofrer
Nunca deixo de amar você.
Pois se o amor é pecado

Não quero ser perdoado
E sim morrer ao teu lado
Sei que é impossível te ter.

Mas ao teu lado hei de viver
Mesmo que tenha de morrer
Pra sempre e todo sempre
Sei que vou te proteger.

Você, minha sobrinha
Pode existir sem mim
Mas nem tirando a alma minha
Eu viveria sem ti.

Pois te preciso hoje, amanhã e sempre
Uns me chamam de louco,
Outros de demente.

Mas sabem de ti tão pouco,
Aposto que se a vissem
Também fiariam loucos.
J LIMA
Enviado por J LIMA em 21/08/2006
Código do texto: T221648
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J LIMA
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 31 anos
25 textos (793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 03:01)
J LIMA