Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DELÍRIO

MEU CORAÇÃO JAZ FRAGMENTADO EM PEDAÇOS;
É A SAUDADE DE TI, MEU AMOR.
MEU CORPO ANSEIA PELO TEU AFAGO,
COMO A CRIANÇA, EM FOME, O SEIO DA MÃE.

A HORA DE VER-TE ESPERO,
QUAL VIGILANTE, O AMANHECER DO DIA.
UM INSTANTE DO MEU SONHO DE ABRAÇAR-TE,
PARECE ANOS QUE SE PERDEM NO TEMPO.

E A LEMBRANÇA DO MEU CORPO JUNTO AO TEU,
SÃO MIL VULCÕES A DERRAMAR CALOR,
É COMO O SOL A AQUECER OS CAMPOS;
É O TEU CORPO A ESTREMECER NO MEU.

AH! COMO É BOM ESTAR JUNTO DE TI,
SENTIR O TEU CHEIRO,VIVER TUAS CARÍCIAS,
VIVER O TEU GOZO, ACALMAR OS TEUS DESEJOS.

PORÉM, COMO SOU CONSUMIDO PELA MINHA ANSIEDADE!
AO VIVER NA MAIS CURTA ETERNIDADE,
RUMINANDO A DOÇURA QUE SE ESVAI.

ENTÃO, RESTA-ME A ANGÚSTIA DA PROCURA,
A REALIDADE NA TORTURA,
A FANTASIA QUE SE VAI.
LEUDÊNIO LUNA
Enviado por LEUDÊNIO LUNA em 22/08/2006
Código do texto: T222500
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LEUDÊNIO LUNA
Recife - Pernambuco - Brasil
9 textos (576 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:37)