Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FORÇA EXTRA

A FORÇA EXTRA

Na solidão de uma vida
Muitas coisas passam
Por minha cabeça
Tantos sentimentos
Adversos e ao mesmo tempo
Tão comparsas

De uma vida sem
Muitos atrativos
Talvez porque eu tenha
Me negado o tempo todo
A ver o real valor
E objetivo de uma existência

Arrependimentos, prazeres vividos
Alegrias e tristezas sentidas
Momentos de total desilusão
E tantos outros de total felicidade

Onde tudo às vezes parece
Sem sentido
E outras vezes se mostra
Cheio de luz

Andar pela vida
E não aproveitar o que dela
Podemos usufruir
E não tirar dela
O que de melhor tem a nos oferecer
É realmente uma afronta
À oportunidade que temos
Nas mãos

Então depois de tanto tempo
Sem nada tirar desse grande
Manancial,
Vem a solidão extrema que nos diz
O quanto nos fizemos
Prisioneiros de medos insanos
E de uma visão totalmente
Errada da vida

E vem também a frustração
E a sensação de ter feito
Tudo errado quando
Se poderia ter feito
Tudo diferente e melhor

O que nos resta então
É aproveitar o que nos vem
Às mãos e beber desse
Cálice quente que
As emoções podem nos oferecer

E sem perda de tempo
Usufruir de tudo
E por que não dizer
De todos que se apresentam
A nós

Afinal, as coisas estão aí
Ao nosso dispor
E as pessoas que nos chegam
São parceiras que poderão
Dividir conosco, momentos
Prazerosos que jamais
Poderíamos imaginar

Deixar a solidão ir
Embora sem pensar duas vezes
E fazer da vida um eterno prazer
E sentir prazer em viver
E dar prazer aos que nos buscam
Por que não?

Por que não aproveitar
As oportunidades
Que a vida nos oferece
Com a bondade que lhe é inerente?

Por que fugir do que pode
Ser bom e do que pode
Nos mostrar o valor que temos
Como seres humanos
E nós mulheres
O valor que temos
Como mulheres que somos

Receber prazer e
Dar prazer a quem nos deseja
A quem realmente nos quer
Sem culpa, sem restrições
Amar e ser amada
No sentido do mundo

Pois o verdadeiro amor
Ainda não é esse que
Encontramos nos homens
Que passam por nossa vida

A um homem só
Dedicamos nosso verdadeiro amor
Mas a outros podemos
Oferecer o prazer
Que buscam

Porque nem sempre o homem
Que amamos verdadeiramente
Está pronto pra receber
Esse nosso sentimento
Tão sobre-humano
Que eles não conseguem
E não conseguirão entender nunca

Porque não entendem como
Pode acontecer um sentimento
Assim
Ainda não são capazes
De perceber no toque
Das mãos carinhosas
O amor que flui
Naturalmente, sem cobrança

E enquanto o homem
Que amamos não vem
Porque não está pronto
Vamos distribuindo
Carinhosamente o afeto
Que outros precisam
Até que também encontrem
O amor em suas vidas

As paixões virão
E não me privarei delas
Assim como meu amor
Certamente não se privará
Das paixões que chegarem
À sua vida

Porém o amor já está aqui
E tem o teu nome
Registrado em todo meu ser

Na ânsia de encontrar
O verdadeiro amor
Buscará em outras mulheres
O que eu tenho pra lhe dar
O que somente eu – com certeza –
Tenho guardado aqui dentro

E se um dia tiver oportunidade
De mostrar-lhe como tudo
Isso é tão verdadeiro
Não perderei a chance
De lhe apresentar
O verdadeiro amor

E mesmo que eu beije
Outras bocas e me relacione
Com outros homens
O amor, só farei com ele
Se um dia puder

E ainda que muitos homens
Passem por minha vida
E me desejem
O meu desejo só se satisfará
Em seu corpo
Porque o meu, já lhe pertence

E não adianta outros homens
Tentarem me conquistar
Porque o máximo que conseguirão
Serão alguns momentos
De prazer carnal
Porque o prazer da minha alma
Já tem dono

Poderão vir homens
De todo tipo,
Mas o meu tipo, já está
Decifrado em meu coração
E mesmo que venham os mais
Interessantes e desejáveis homens
Ainda assim não terão o meu amor
Porque esse amor – verdadeiro amor –
Já encontrou o porto seguro

E mesmo sabendo que
Esse homem escolhido
Não me queira
Ainda assim o amor continua
Aqui dentro e
Não há como tirá-lo daqui

E mesmo que passe todo o
Tempo do mundo
E que venham momentos
De profundo prazer
E de profunda alegria
E que outros homens
Me ofereçam seus encantos
Seus sentimentos
Ainda assim
Todo o meu amor
Continuará sendo desse homem

Sei que esse amor
Não acabará jamais
Porque irá comigo
Para todo o sempre
Mesmo que tudo se acabe
Pra mim neste mundo
No outro mundo,
Após minha grande viagem
Continuarei a amá-lo
E serei o anjo que
Lhe guardará
Como tenho sido nestes dias
Em que lhe espero

E um dia compreenderá
O que falo e o que sinto
Então, estarei aqui
Como sempre estive
E como sempre estarei
Ao seu lado
Sendo além da mulher
Que o ama
A força extra quando
A sua estiver  no fim
Porque eu o amo demais
Pra  deixá-lo sozinho

Zair Batalha
26/02/06 – 18:19hs








ZAIR BATALHA FERNANDES
Enviado por ZAIR BATALHA FERNANDES em 26/08/2006
Código do texto: T226034
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZAIR BATALHA FERNANDES
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 52 anos
43 textos (2793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:09)
ZAIR BATALHA FERNANDES