Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a princesinha do beco

Maria Teresa tinha quinze anos
que formosura...que seio lindo
era faxineira da rua dos ciganos
e filha do soldado "seu" Arlindo

"seu" Arlindo era catador de lixo
soldado aposentado com mérito
não tinha mais emprego fixo
e na vila não tinha crédito

Um dia teré foi comprar gás
mas dinheiro ela não tinha
pediu emprestado para um rapaz
filho da sua melhor vizinha

o tal fez uma proposta indecente
ela saiu correndo, esqueceu o gás
ela era pobre mas moça descente
não iria cair na daquele rapaz

a noite teré vinha da escola
um cara, num beco, a atacou
teré vive agora a pedir esmola
no beco de "seu" adamastor

a filha de teré tem dois aninhos
é linda como a mãe fora um dia
parece um daqueles anjinhos
que a noite o céu ilumina

e eu que um dia pensei amar teré...
queria trabalhar, ganhar dinheiro
para poder teu doce amor mececer
agora basta um litro de cachaça.

A princesinha, que castelo arranjou
uma barraca no beco do adamastor
cadê teu lindo sorrisso, teu seio
cadê aquela menina cheia de graça

Todos perdem seus amores
eu perdi assim desse geito
joguei fora as tuas flores
trago esta magoa no peito.

che guevara
Enviado por che guevara em 29/08/2006
Código do texto: T227849
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
che guevara
Abaíra - Bahia - Brasil, 45 anos
37 textos (12504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:50)