Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gota de amor
Tere Penhabe

Quando te vejo chegando devagarinho
perco as rédeas do meu coração
perco o norte, desafio a morte
tudo o mais, é pequeno pra mim
e não devia ser assim...

Mas não posso evitar esse sorriso
monopolizando todos os meus sentidos
impedir que o pensamento voe apressado
cortando futuro, presente e passado
para ficar a sós contigo...

Quando te reconheço na multidão
desespera-me não conseguir alcançar-te
tocar teu braço, mostrar-me presente
para que possas me olhar tão contente
como sempre faz quando me vês...

E se alguém me chama nessa hora
oh, céus, que vontade de mandar embora!
Será que ninguém sente, ninguém entende
que te encontrar é precioso demais para mim
mesmo sabendo que não devia ser assim...

Deus queira que não te afastes, que me esperes
porque ainda que o mundo não compreenda
nós dois sabemos, o quanto é importante
essa gota de amor tão intensa e cintilante
que se forma no encontro dos nossos olhares...

Santos, 03.09.2006_16:30 hs
www.amoremversoeprosa.com


Tere Penhabe
Enviado por Tere Penhabe em 03/09/2006
Código do texto: T232083

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tere Penhabe
Santos - São Paulo - Brasil, 61 anos
252 textos (25823 leituras)
5 áudios (601 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:31)
Tere Penhabe