Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pura visão interna

Encarei-me no fundo dos meus olhos
E vi minha própria dor, a dor que
Tenho do amor.

Encarei-me bem no lado do meu coração
Para não tentar dominar a lágrima
Que saia de suas brechas.

Tentei dominar minha alma numa
Grande luta sangrenta para ela poder
Esperar o momento de perfeição.

Avistei-me dentro de minha mente dominando
Parte de meu corpo com movimentos impregnados
A aprovação do deus Ares.

Corri por onde ninguém se atreveria em passar,
Corri por cada veia do meu corpo sem achar uma
Pequena solução para o meu problema.

E quando a serpente que empunho em minha
Boca tentou esclarecer os segredos do universo,
Segurei-me com força para não sucumbir à profanação
Dos mais puros desejos que corrompe a minha razão.

Porém quando avistei a mais bela das luzes
Não pude mais me conter, fui dominado pela minha
Própria ilusão do amor.

Corri o universo com um só vapor, porém todas essas
Bravuras tinha um motivo, meu corpo não agüentava
Mais sofrer por não te dizer “eu te amo”.
Edmir Junior
Enviado por Edmir Junior em 05/09/2006
Código do texto: T233067
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edmir Junior
Juripiranga - Paraíba - Brasil, 30 anos
83 textos (1735 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:27)
Edmir Junior