Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Evita-me, rejeita-te seu próprio coração

Eu sei as regras desse jogo,
E posso burlá-las a qualquer instante,
Eu sei quando as coisas tornam-se complexas,
E posso desvendar até encontrar as respostas,
Eu sei que gosta que eu a toque,
E posso fazer amor sem a despi-la,
Adoras, quando eu sussurro em teus ouvidos,
Descontrola-se quando eu ponho-te em meus braços,
Delira-te quando eu entrelaço minhas mãos,
Por de trás de sua nuca,
E quando eu dou-lhe aquele beijo,
Fascinas-se, com meus lábios insaciáveis,
E, quando sentes meu coração incontrolável,
Sobrepondo-se sobre o seu, unindo-os a um único,
Entendas que somos como o sol e lua,
Tão distintos, mas ao mesmo tempo tão pertos,
Sempre estamos lá no alto do céu,
Com os anjos, ou com os pássaros,
Mas o que importa é que sempre estamos juntos,
Mesmo assim, não consigo entender,
Como fazes amor pensando em outro,
Como gostas de me aborrecer,
E, também prefere sofrer,
Do que ter o meu amor,
Sei que você chora depois de tudo,
Maltratando-se a si mesma por não me escutar,
E mesmo assim evita-me,
E eu, sempre achava predominar perante ti,
Sendo traído insolentemente por meu próprio poder,
E acabei perdendo minha jóia mais preciosa, você.
Liba
Enviado por Liba em 14/09/2006
Código do texto: T239838
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Liba
Monte Alto - São Paulo - Brasil, 30 anos
1 textos (20 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:48)
Liba