Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu te amo

Hoje, dói nele uma desesperança
um amor que não crê, não entende
dói também em mim e como criança
choro, entendendo o que ele sente
sofro essa distância, essa procura
toda essa distância de nós dois
essa luz que não rompe a noite escura
e essa sanha deixada pra depois

sinto nele o momento da partida
ou talvez, já tenha ido de mim
nem sei ao certo nada nessa vida
sei que preciso dele, enfim
que é meu arrimo, minha paixão
minha fúria, meu desatino
minha insânia, meu tesão
força que irrompe o meu tino
amo-o, amo-o e assumo minha culpa
meus erros, minha ausência,
minha falta, minha desculpa
meus secretos à sua querência

amo-o e o trago dentro,
em mim
amo-o como jamais pensei um dia
amo-o desse meu jeito,
e sem fim
amo-o até o limite,
onde tudo principia.

Maria Quitéria
Enviado por Maria Quitéria em 15/09/2006
Código do texto: T241050

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mquiteria). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Quitéria
São Paulo - São Paulo - Brasil
1098 textos (344672 leituras)
1 áudios (2463 audições)
4 e-livros (3951 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:49)
Maria Quitéria