Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na alcova dos meus desejos



Ainda dormia e teus olhos cobriam meu corpo descoberto, solto numa malha de algodão, deixando transparecer meus seios.
Senti seus dedos brincando em minha pele:
Beijou meus pés, pernas, coxas...meu ventre.
Sua língua invadiu meus desejos. Acordei perturbada, molhada, entregue, excitada!
Ofegante suspirava, não sabia se ainda sonhava...
Um beijo longo invadiu as portas do meu céu, tirando minhas forças...contraia...parecia enlouquecer.
Seus lábios subiram por meu corpo e me beijou os seios, os mamilos rijos amamentaram teus delírios...Beijou-me a boca intensamente, calou meus gemidos!
Senti tua carne em riste, latejante penetrar minha carne lentamente. Teus olhos agora fitavam os meus, querendo alcançar meu desespero.
Num entra e sai de amor, te quis, cada vez mais dentro de mim...
Agora era eu quem te domava...
Cavalguei pelas terras de Afrodite, como louca, sussurrando teu nome...explodimos!
Senti escorrer teus desejos e os meus, como lava quente, umedecendo ainda mais minhas terras de prazer.
Aos poucos despertei, olhei em volta, meu coração ainda pulsava acelerado.Não havia ninguém, somente eu, meus desejos e meus dedos.

Arlete de Andrade
Enviado por Arlete de Andrade em 16/09/2006
Código do texto: T241834
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Arlete de Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
16 textos (1743 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:16)
Arlete de Andrade