Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À Parte

Sinto muito por não sentir
O que meus desejos anseiam
O que meus lábios imploram
O que meus braços procuram
E em outros braços não encontram

Sinto o beijo que não beijei
Nas asas da minha imaginação
Vem-me à boca o gosto
De línguas intrépidas e apaixonadas
Fazem-me estremecer o corpo
Despertar emoções há tanto adormecidas

Sinto a falta da minha metade
Prometida, almejada e tão vazia
Sinto-me ao meio, partida
Escapa-me um lado, parte da vida
Que sonho, e sinto, e sonho, mas não tenho

Sinto por não ter aquilo que me falta
Por não poder ceder aos desejos meus
Que sinto, e sonho, e sinto, mas não toco
Que vejo, mas não vivo, e que sufoco
Nas ilusões perdidas do que não foi
Do que não possuo, do que não encontrei.

Bia Mendonça
Enviado por Bia Mendonça em 21/09/2006
Reeditado em 26/12/2016
Código do texto: T245908
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Bia Mendonça
Goiânia - Goiás - Brasil, 37 anos
32 textos (5057 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/17 13:29)
Bia Mendonça