Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VISITA DO AMOR

Autora – Regilene Rodrigues Neves


O amor visitou meu corpo
Transcendeu m’alma
Para impregnar minha pele de desejos
Despiu-me de palavras
Deixadas no sussurro do prazer

A entrega faminta de saudade
Acendem chamas no colo
Que desliza mãos ávidas
Em prece do êxtase do sentir

Derrame esse sentimento
De essência sensível e vibratória
Ah! Meu homem profano
Desnude a carne lasciva
Em comunhão intrínseca
Do teu corpo com minha alma!

Dá-me este sorriso de menino
Maroto atrevido
Que me pega e me afaga de carícias
Conduza-me por estradas
Cavalgadas de um delírio
Erótico e sensual de uma atração fatal.

Persiga os caminhos que em poros exalam
Confessam amor nessa paixão
Simplesmente louca de emoção
Que afogueiam os sentidos
Em momentos mágicos do nosso encontro

Banhe-me do suor molhado
De uma noite quente e febril
Dos nossos corpos fazendo amor
Sinta o grito solto do meu corpo
Entranhado ao teu em laços de liberdade
Acrescentada da felicidade de te amar

Dar-te-ei em gozo a plenitude
Da minha alma colada a tua
Soltarei gemidos infinitos
No encontro do teu grito no meu corpo
Juntos entregaremos ao destino esse momento
Único e nosso para que a saudade sopre em poesia
A comunhão dos nossos corpos
E o verso seja uma página da vida
Que não se repete, mas veste a roupa íntima
Em ato do nosso amor!

Em 23 de setembro de 2006
   
regipoeta
Enviado por regipoeta em 23/09/2006
Reeditado em 23/09/2006
Código do texto: T247314

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
regipoeta
Goiânia - Goiás - Brasil, 54 anos
1312 textos (134409 leituras)
22 e-livros (7176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:18)
regipoeta