Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nas invisíveis asas da poesia


  Nas invisíveis asas da poesia
  vi voar um beija-flor
  E sonhar assim sempre seria
  encontrar o meu amor.

  Sou poeta e não me engano
  com as loucuras deste mundo
  Pois quem sofre é insano
  sem achar o bem profundo.

  Minha alma soube enganar
  muito bem os próprios medos
  Se na vida me faltar
  uma chama entre os dedos.

  E não é fácil viver assim
  sempre à sombra da alegria
  De saber que para mim
  tudo vem da fantasia.
Grohmann
Enviado por Grohmann em 26/09/2006
Reeditado em 28/09/2006
Código do texto: T249937
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Grohmann
Itu - São Paulo - Brasil
44 textos (1849 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:00)