Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na dança


À penumbra tênue, agitado,
Teu corpo envolvido de harmonia
Em sutis movimentos soltos
Indo e vindo,
E descendo, e subindo.

Olhos cerrados, sentindo em ti
Acordes rítmicos guiando teu corpo;
Unindo e afastando;
Unindo e tocando.
Inusitadamente sentindo o prazer.

Ao teu lado, eu,
Disperso e preocupado,
Movo-me, desloco-me
Sem saber como proceder
Passível, fixo, perturbado...
Sucumbindo ao teu querer.

E quando sorris inocente,
Desenhando na face traços pueris,
Singelos desenhos nos lábios encarnados,
Acanhados, meus olhos tendem a ti.

E danças sedutoramente,
Misto de inocência e pecado.
Movimentos diáfanos, inegáveis
Formas de desejo... Aproxima-se
Devagar. Eu tremo.

Olhos se encontram próximos...
Brilham elucidados.
Não pensam, faíscam;
Ardem abrasados.

E me estende os lábios,
Aceito-os sem cismar.
Entregas-te aos meus, não me negas...
Corpos, faces, lábios atados...

A música guia, conduz a dança
De bocas e línguas mergulhadas
Penetrando e procurando e perdendo
As formas, no claro, preocupadas.
Alberto da Cruz
Enviado por Alberto da Cruz em 26/09/2006
Código do texto: T250167

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite Alberto da Cruz e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto da Cruz
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
201 textos (24147 leituras)
15 áudios (1092 audições)
6 e-livros (1207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:59)
Alberto da Cruz