Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES II

Quando sentires  saudades de mim.

Abras a porta de vidro que nos separa.

Sente a brisa acariciar  teu rosto, pois ela te beijará como eu.

Quando sentires saudades de mim,

Coloca uma música romântica  fecha o olhos e me veja dançar em teu corpo nu.

Quando sentires saudades de mim.

Pega um lápis e  desenha  a minha  forma que  quiseres.

Quando sentires saudades de mim.

Abras a porta de vidro, e entre.

Pois me encontrarás chorando com saudades de ti.

E juntos romperemos a barreira de vidro que nos separa.

Abraçados deixaremos que nossa emoção conduza nossos corpos.

Ficaremos em silêncio ouvido o pulsar de nossos corações.

Justos daremos cabo a nossa tristeza,
 
E não mais sozinhos caminharemos mais felizes.

Deixando as estrelas nos guiar.


BELÉM 27/09/06

MARIEL BENAION
Enviado por MARIEL BENAION em 27/09/2006
Reeditado em 12/06/2013
Código do texto: T250736
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MARIEL BENAION
Manaus - Amazonas - Brasil
110 textos (15111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:53)
MARIEL BENAION