Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABRIL DISSIMULADO


Todo mundo já sabe
Você desabrochou
Mesmo assim, insiste em negar
Com quem saiu
Por onde andou
Onde estava.
Olha que absurdo!
Quando o véu se abriu
Ofuscando a luz da cidade
Você sorriu
Disse que era o fruto da maldade
E hoje rejeita a si mesma
Como se fosse uma flor de abril dissimulado
Renunciando a felicidade.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 28/09/2006
Código do texto: T251228
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:09)
Antonio Virgilio Andrade