Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


OLHAR TERNURA E ENCANTO

Olhas-me assim com tal ternura e encanto,
que tento prender o momento, pra sempre

Teus lábios transmitem carinho e desejo incomuns,
melhor fonte de alimento à minha vida

Em noite de luar ou na mais absoluta escuridão,
sinto-me iluminado no teu brilho

Assim como a solidão inspirada nos desajustes da vida,
afasta-se com tua presença amante e amiga
O mar, o céu e o vento, adquirem movimentos de ternura,
inspirados na energia Santa da tua alma,
sempre em sintonia com a tua febre de desejo

Quero-te assim, sempre assim, Santa e Vadia,
é assim que minha alma e o meu corpo
sentem a ternura do teu agasalho,
aquecendo minha alma e meu desejo
no mais inocente despudor



evaldodaveiga@yahoo.com.br










Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 30/09/2006
Reeditado em 17/11/2011
Código do texto: T252883

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313614 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:43)
Evaldo da Veiga