Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Lírio

(Para Camila)

Junto das rochas, neste solo infértil,
Dentro da imensa catedral vazia
A minha flor, meu lírio, florescia
Ignorando a escuridão abjéctil.

Na suavidade branca que trazia
No seu aroma doce e delicado
A minha flor neste sombrio prado;
A antítese do horror que eu conhecia.

E fez-se assim, na paisagem fria
Do meu cansado coração cinzento,
A minha paz, meu único acalento
E tudo aquilo que eu sonhei um dia.
Henrique de Castro Silva Junior
Enviado por Henrique de Castro Silva Junior em 03/10/2006
Código do texto: T255174
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Henrique de Castro Silva Junior
Paracambi - Rio de Janeiro - Brasil, 37 anos
51 textos (6439 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:27)
Henrique de Castro Silva Junior