Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Águas perigosas

Estou navegando em barco de veludo
Sobre as águas sombrias
Que deveras guardam estilhaços de corações!
O vento sopra leve
E essa calmaria, às vezes, traz angústia!

Nesse horizonte nunca antes visto
Avista-se, ao longe, a terra dita firme.
Seu repouso confunde os meus sentidos!

Oh terra firme!
Repleta de razões e desilusões
Feita pela dor da mais cruel realidade,
Não me entregarei a ti novamente!

Tenho este mar e este barco
Estou a navegar em perigosas frotas!
Porque achas tu que me entregarei a essa lástima?

Sei o mal que corro
Percorrendo caminhos tão distintos,
Tão espinhosos!

Mas se for pra morrer
Que seja de amores!
E não pela dor da alma ferida
Depois de uma vida sofrida
Em sua preciosa terra!
Cecilia Mendes
Enviado por Cecilia Mendes em 03/10/2006
Código do texto: T255484
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cecilia Mendes
Duque de Caxias - Rio de Janeiro - Brasil, 25 anos
8 textos (371 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:30)
Cecilia Mendes