Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na verdade, na verdade...

Na verdade, na verdade, vos falo...
Este sentimento que invadiu meu peito
Sei que não tem jeito, já estou apaixonado.

Na verdade, na verdade, vos digo...
A ansiedade que neste momento sinto
Faz parte dos sintomas de um amor prodígio.

Na verdade, quase verdadeira, eu penso...
Teu olhar meio tenso com minha presença
Pode ser amor correspondido, mas não entendo.

Na verdade, um pouco confusa, ela abstrai teu sorriso...
De certa maneira, acompanho-te passo a passo,
Mas sei que, te seguir, não é o que preciso.

Na verdade, busco a verdade...
Olhares tímidos, disfarçados, porém intensos,
Pode estar aí à resposta, sem vaidade.

Na verdade, uma lágrima cai...
Destrói o único fio de esperança que havia,
A resposta negativa é revelada e o sonho se desfaz.

Na verdade, não há verdade...
Meu coração confundiu-se com aquele brilho,
Que poderia ser amor, mas era amizade.
Paulo Junior Massi
Enviado por Paulo Junior Massi em 06/10/2006
Código do texto: T257503
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Junior Massi
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
20 textos (1009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:45)
Paulo Junior Massi