Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Menino vento II



Eu tenho um menino-vento
que me chega a qualquer hora
vem fazendo movimento
arrepiando o corpo afora
se mete nas minhas pernas
e lambe a minha pele
brinca de esconde e cavernas
e me deixa pingando de leve
depois vai lá pra trás
e no tobogã escorrega
e fica nas ancas, sem mais
farreando nessa esfrega
e mais brinca esse meu menino
passeando todo por mim
é um vento leve ao meu destino
em carinho quente e sem fim.
(Maria Quitéria)

Menino vento
Ricky Bar

Seu menino vento chegou
Sem dar importância as horas
Movimentou-se sobre você
Ficou e não foi embora

Se meteu entre suas pernas
Brincando de esconde-esconde
Beijou acariciou sua pele
Te levando pra muito longe

Brincou de escorrega em você
Desceu pelas suas tobo-curvas
Firmou-se entre suas ancas
Deixando-a alegre e segura

Farreou com você se esfregando
E você se deu pro menino
Se via no brilhar dos seus olhos
Seu sussurrar em gemidos


Ricky me deu o prazer e veio no dueto. Obrigada, querido.
Maria Quitéria
Enviado por Maria Quitéria em 06/10/2006
Reeditado em 16/10/2006
Código do texto: T257913

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mquiteria). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Quitéria
São Paulo - São Paulo - Brasil
1098 textos (344679 leituras)
1 áudios (2463 audições)
4 e-livros (3952 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:14)
Maria Quitéria