Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EM MINHA VIDA

Ao abrir a porta da frente
Depois de incontáveis batidas
Entraste em minha vida
Logo que te vi.

E sem querer partir
Fizeste ninho em meu leito,
No cobertor enrolada
Como pomba dormente.

Mas de perto, emaranhada
Em meu peito descontente
Devoraste meu desejo
Digeriste meu ardor.

Tu te transformaste em fera ardente
Expostas presas, afiadas garras
Penetrando em mim
Satisfazendo a ti.

Eu, imóvel, apenas senti
O peso leve do teu corpo
Forçar o meu, sustentando-te
Com a dolência da passividade.

Apesar da minha força inútil
Dominaste meu instinto
Ignoraste minha vontade
Saciando tua fome.

Fui teu alimento,
Tua essência,
Fui teu objeto,
Tua brincadeira.

Ainda assim,
Em teus braços delicados
Adormeci enamorado
E sonhei sorrindo.

Já claro o dia
Procurei-te assustado
Quando encontrei-te
À porta indiferente...

Apenas pousei meus olhos
Nos teus passos decididos
Atravessando o umbral
E saindo de minha vida...

Alberto da Cruz
Enviado por Alberto da Cruz em 09/10/2006
Código do texto: T260535

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite Alberto da Cruz e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto da Cruz
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
201 textos (24151 leituras)
15 áudios (1092 audições)
6 e-livros (1207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:26)
Alberto da Cruz