Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEMORIAS DE UMA VIDA NAO VIVIDA

Um dia a vida ainda há de explicar o sentido dos sonhos,
Os sentidos das emoções desencontradas,
O significado da saudade. Da imensa saudade.
Saudades de uma vida não vivida?
De uma vida não conhecida, algo muito maior do que o entendimento?

Onde encontrar uma explicação para tanta dor?
Onde encontrar uma explicação para tanto amor?
Onde estaria escondida esta verdade?
Estaria no universo, nos sonhos, na tempestade?
Ou talvez além do universo?
Talvez em algum lugar desconhecido para um ser vivo.

Um dia, acredito que a vida trará a verdade,
Mostrara o caminho que tanto procuro
O caminho tão obscuro de hoje.
Haverá o dia em que a minha alma, encontrara a minha razão.
E toda esta dor terá vazão.

Um amor, uma dor. Mas do que tenho saudades?
São tantas as perguntas sem resposta,
O meu coração grita, busca e nada entende,
Porque a emoção toma todo o meu ser?
Eu não consigo explicar, e só sonhar
Que em algum lugar, um lugar muito lindo
Estará o meu destino, estará a razão de tantas lágrimas

A voz do meu interior grita, pede, arde em clamor,
E eu acredito que estou no caminho certo,
Eu sei que encontrarei este amor
Que ilumina meu caminho, que me ensina
A ter paciência, e viver o dia hoje com fervor.

Eu amo viver, amo muito mais ser, existir,
Existir eternamente.
Neste mundo residir,
Pois é assim que vai ser, esperar pelas promessas
Do dia de amanhã, esperar por uma resposta
Deixar a vida seguir seu rumo,
E quem sabe lá na frente eu me encontrarei.
ELISETEDUARTE
Enviado por ELISETEDUARTE em 10/10/2006
Código do texto: T261318
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ELISETEDUARTE
Barueri - São Paulo - Brasil, 49 anos
2 textos (412 leituras)
2 e-livros (248 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:30)