Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prantos e encantos

De tanto silêncio pude ouvir seus prantos,
quase instintivamente me chamando,
me pedindo acalanto!
Te encostei em meu peito, afago!
O gosto na minha boca, amargo!

De tanto tormento pude ver seus encantos,
quase incessantemente se exalando,
me pedindo intento!
Te encostei em meu peito, sustento!
O gosto na minha boca, alento!

Set/2010
FaBytO
Enviado por FaBytO em 16/11/2010
Código do texto: T2618567

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FaBytO
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 37 anos
44 textos (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 10:29)
FaBytO